domingo, 31 de janeiro de 2021

Empresa constrói casas populares com lixo reciclável em 7 dias


A geração de plásticos no México é um problema ambiental que também se tornou um problema social devido aos recursos que os governos locais destinam em campanhas para estimular sua coleta, reciclagem ou não uso.

Mas uma startup de Puebla encontrou uma forma de combater a pobreza extrema e ainda ajudar o meio ambiente.

A Ecodom está usando o plástico como matéria-prima na construção de casas populares. Além de duráveis, as moradias ficam prontas em uma semana. Com informações do site Só Notícia Boa.

Com subsídio do governo local, cada casa custa 5 mil pesos mexicano (cerca de R$ 1.500).

A Ecodom firmou parceria com catadores e paga pelo material recolhido um valor bem do mercado.

Depois, as peças são colocadas em um forno que aquece até 350ºC para serem derretidas. O líquido passa numa prensa hidráulica que comprime e cristaliza na forma de painéis.

As casas são relativamente grandes e têm cerca de 130 m², com dois quartos, um banheiro, sala de estar e cozinha.

“[Uma casa] mantém você aquecido, os custos são baixos, é ótimo para o meio ambiente e vai durar 100 anos sem desmoronar”, diz Carlos Daniel González Cruz, fundador da EcoDom.

Via Catraca Livre

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários são bem vindos.
Desde que não sejam comentários anônimos.