terça-feira, 2 de novembro de 2021

Nanotecnologia na construção civil: o que ela traz em novas possibilidades

É possível aplicar a nanotecnologia em inúmeras oportunidades. Quando se trata da indústria em geral, englobando diversos setores, alguns estudos mostram que a nanotecnologia é utilizada em até mais de 800 produtos. Vamos descobrir os principais no setor da construção civil, a seguir:  Argamassas poliméricas A argamassa polimérica tem como base o cimento e é produzida industrialmente com alguns aditivos específicos, assim como polímeros e minerais, estes elementos proporcionam à argamassa características impermeabilizantes e com maior aplicabilidade que a convencional.

Solventes biodegradáveis

O solvente biodegradável é, basicamente, um produto desenvolvido para a limpeza pesada voltado para diversos produtos, principalmente para produtos empregados em indústrias, como, por exemplo, na remoção de óleos, graxas e outros que estão ligados ao processo de desengraxe a frio com secagem rápida.

Esquadrias com revestimento nanocerâmico  Elas possuem uma camada nanocerâmica e proporcionam maior aderência para as tintas de acabamento, protegem a superfície metálica contra corrosão, é isenta de materiais pesados e fósforo, não contém componentes orgânicos voláteis, utiliza menos água em todo processo, gera resíduos de baixa toxicidade e necessita de pouco tratamento para o seu descarte adequado.

Quais são os possíveis impactos da nanotecnologia na construção civil? Você consegue imaginar um prédio onde a fachada é inteira composta com placas de aço? Para que essas placas não oxidem, podem ser aplicados filmes finos compostos por nanopartículas, nas placas. Fazendo com que sejam uma espécie de barreira de proteção contra a oxidação na chapa.

Além do mais, ao empregar a nanotecnologia, como o grafeno e nanotubos de carbono, a uma estrutura de concreto, ela se tornará indiferente a agentes degradantes, como a carbonatação e oxidação, pois a sua microestrutura é sujeita a um reforço que garante uma maior resistência, durabilidade e performance. 

O aumento da vida útil das estruturas faz com que as construções tenham maior durabilidade. Por exemplo, uma construção que foi projetada inicialmente para durar cinquenta anos, pode vir a durar cem anos. Num panorama global, o consumo dos recursos naturais irá reduzir e isso é muito bom para a sustentabilidade. Em vez de serem construídos dois edifícios para que durem cinquenta anos cada, é possível criar um único, que durará mais e consumirá menos. 


Via Rohden
_____________________________
Editora: Naely Ferreira da Cruz 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários são bem vindos.
Desde que não sejam comentários anônimos.