segunda-feira, 9 de novembro de 2020

Museu projetado por Tadao Ando em prédio histórico na França abrirá as portas em janeiro

Após mais de três anos em desenvolvimento, o novo museu de Paris Bourse de Commerce — Pinault Collection abrirá as portas para o público em 23 de janeiro de 2021 e já revelou as primeiras imagens de como ficou o projeto. O prédio é considerado um monumento histórico, e funcionava como a antiga Bolsa de Valores da capital francesa no século XIX. Agora, o edifício abrigará a coleção com mais de 10 mil obras, feitas por 380 artistas diferentes, do bilionário francês François Pinault. Isso foi possível graças à restauração e ao projeto arquitetônico realizado pelo arquiteto japonês Tadao Ando, vencedor do Pritzker, em parceria com o escritório NeM agency / Niney et Marca Architectes, e com a agência do arquiteto francês Pierre-Antoine Gatier.



Para respeitar a história do edifício, Ando e o time realizaram modificações apenas na parte interna da construção, acrescentando uma estrutura central de concreto em forma de cilindro com 30 metros de diâmetro e 9 metros de altura! Os visitantes entrarão pelo piso térreo e os espaços de exposição ficarão localizados nos dois pisos superiores, acessíveis por escadarias circulares que acompanham o cilindro central. Já no terceiro piso, o último, ficará localizado um restaurante com vistas para a cidade e para os afrescos históricos instalados próximos ao domo.

O interior do cilindro de Ando abrigará o espaço central de exposição das obras, e contará com iluminação zenital graças ao domo de vidro localizado logo acima. Abaixo dele, no subsolo, ficará localizado um auditório com capacidade para 284 lugares, que abrigará palestras, encontros e concertos. Entre as paredes do cilindro e a fachada do prédio, foram criados corredores que também abrigarão obras de arte. Além disso, o prédio como um todo recebeu trabalhos de restauração. "A estrutura do antigo edifício não apenas foi conservada, como permanece viva graças à criação interna de uma nova arquitetura. Foi um projeto delicado, mas a equipe de construção fez um ótimo trabalho", afirma Ando.

"Esta é uma construção emblemática graças a sua história, que data do século XVI, e graças à sua arquitetura notável e à sua localização, bem no coração de Paris. Dado o tamanho do desafio [de renovar o prédio] a escolha de Tadao Ando parecia óbvia. Ando é um dos poucos arquitetos que consegue conciliar a arquitetura com seu contexto, o passado e o presente", diz François Pinault, cuja coleção em exposição terá como foco a arte contemporânea dos anos 1960 em diante. 

Não é a primeira vez que Pinault e Ando trabalham juntos para construir um espaço dedicado à arte. Em 2007, o bilionário adquiriu o edifício Punta della Dogana, em Veneza, antiga alfândega da cidade, e pediu ao arquiteto japonês que redesenhasse o edifício para abrigar sua coleção particular. Além disso, Ando também renovou o Palazzo Grassi para o empresário em Veneza.

O museu Bourse de Commerce fica localizado na região central de Paris, próximo ao Museu do Louvre, o que deve contribuir para a formação de um eixo cultural na área. Segundo Pinault, a expectativa é a de que o museu ajude a recompor a atmosfera cultural da capital após as dificuldades enfrentadas pela França e pelo mundo em 2020 com a pandemia do novo coronavírus. 

Via Casa Vogue

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários são bem vindos.
Desde que não sejam comentários anônimos.