domingo, 10 de maio de 2020

Mustang elétrico será mais rápido e potente do que o esperado




O próximo Mustang Mach-E de 2021 da Ford pode ter mais velocidade e aceleração do que o esperado, de acordo com slides de revendedores vazados vistos pelos administradores do fórum do Mach-E e identificados pelo Autoblog.

Todas as versões parecem ter ganho potência e torque em relação às especificações de lançamento. O Mustang Mach-E GT Performance Edition, versão mais equipada, saiu de 57,6 kgfm de torque para 59 kgfm, além de ter ganhado 14 cavalos de potência chegando aos 346 cavalos. Já o Select, versão básica do Mustang, vai entregar uma potência de 266 cavalos e um torque de 43,8 kgfm, comparados aos 42,3 kgfm anteriores.

Quando a Ford publicou originalmente as especificações do Mustang Mach-E no lançamento, disse que os números de potência eram números “direcionados”. Se as novas especificações forem precisas, ela conseguiu encontrar alguns pôneis extras enquanto trazia o Mach-E para as especificações de produção. Embora modesto, o impulso poderia dar à Ford alguns direitos extras de se gabar, diminuindo décimos dos tempos de aceleração e aumentando as velocidades máximas.

A Ford estimou que o intervalo padrão Mach-Es com baterias de 75,7 kWh subirá a 370 quilômetros com uma carga, enquanto os demais modelos terão 480 quilômetros de autonomia. Os modelos variam de preço de US$ 43.895 para o modelo Select, até US$ 60.500 para o GT – preços razoáveis ​​para EVs de alto desempenho.

O Mach-E  poderá chegar no primeiro semestre de 2021, mas a Ford disse ao Autoblog que existem “muitas peças móveis” e ainda não diz exatamente quando será colocado à venda.

Via Engenharia É

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários são bem vindos.
Desde que não sejam comentários anônimos.